domingo, 10 de julho de 2011

Eleição 2, de Johnnie To (2006)

(crítica com spoilers para quem não viu o primeiro filme da série)
Dois anos depois dos eventos relatados no primeiro «Eleição», os membros da tríade Wo Shing começam os preparativos para elegerem um novo líder. Durante o período de liderança de Lok (Simon Yam) a tríade prosperou e quando o encontramos desta vez Lok tem um encontro com os seus cinco afilhados onde se prepara para a eleição. Uma vez mais, aqui o centro está nos jogos de bastidores e não na acção propriamente dita, apesar de este elemento estar mais presente do que no primeiro episódio da série.

Depois de afastar Big D no final do primeiro filme, Lok agora tem um novo rival com quem lidar para chegar à reeleição, que não é bem vista. Trata-se de Jimmy (Louis Koo), protegido de um dos anciãos que apesar das ligações à tríade não quer ser gangster, mas antes continuar a ser um homem de negócios na China, onde fez fortuna. Este empresário já tinha sido uma personagem secundária em «Eleição», mas aqui tem todo o protagonismo. Apesar de inicialmente se mostrar relutante em tentar ser eleito, um conjunto de eventos acabam por empurrá-lo para esse caminho.

«Eleição 2» vai um pouco mais longe do que o filme anterior. Aqui há uma maior abordagem a várias questões, desde a lealdade entre os gangsters aos valores tradicionais destes clãs que caminham sempre fora da lei governamental, mas coexistindo. E tem mais cenas que aprofundam a natureza das personagens. A forma como Jimmy vai evoluindo ao longo do filme e começa a adoptar comportamentos um pouco mais sombrios do que os que são esperados de um jovem que apenas quer ser um homem de negócios, fruto das circunstâncias, é um dos pontos fortes do filme. E uma vez mais, a forma como está filmado mostra a mestria de Johnnie To em todo o seu esplendor.

Na altura da estreia este díptico chegou a ser considerado como o equivalente ao «Padrinho» de Hong Kong. Penso que a comparação é um pouco exagerada, apesar dos pontos em comum que as duas sagas possam ter.

Nota: 3/5

Site do filme no IMDB

2 comentários:

  1. Não é dos melhores dele, mas o realizador tem filmes muito bons que vale a pena conhecer.

    Cumprimentos cinéfilos

    ResponderEliminar