domingo, 22 de maio de 2011

La 317ème Section, de Pierre Schoendoerffer (1965)

A cinematografia francesa não é muito conhecida pelos filmes de guerra, mas o género também passou por França. É o caso de «La 317ème Section», de Pierre Schoendoerffer, que realizou um filme centrado num episódio da Guerra da Indochina onde chegou a participar como cameraman do Exército francês: a batalha de Dien Bien Phu, um dos combates finais entre as forças gaulesas e as tropas Viet Minh. Filmado em 1965, cerca de dez anos depois da batalha, «La 317ème Section» teve uma rodagem no Cambodja mínimo aparentada à de «Apocalypse Now», de Coppola, como explica uma nota introdutória incluída na cópia recentemente restaurada.

Além do episódio propriamente dito, que mostra um batalhão francês em fuga e perto da derrota, «La 317ème Section» aborda a relação entre dois soldados com visões diferentes do conflito e de como lidar com a situação. De um lado Torrens (Jacques Perrin), menos experiente, mas líder do batalhão, e do outro Willsdorf (Bruno Cremer), veterano de outras e futuras guerras, como surge em epílogo do filme, que tem outra forma de ver a guerra. É esta relação o ponto forte do filme, que não sendo um daqueles filmes de guerra onde as batalhas são filmadas como se lá estivéssemos, nos consegue levar para dentro da selva onde acompanhamos o percurso do batalhão, até à derrota final, num retrato cru sobre as dificuldades da guerra.

Nota: 3/5

Site do filme no IMDB

2 comentários:

  1. Obrigado. Também já conheço O Falcão Maltês, sou visita frequente.

    Abraço!

    ResponderEliminar